Como consultar o FGTS com CPF um guia completo para conseguir o saldo

Como consultar o FGTS com CPF um guia completo para conseguir o saldo. A consulta do saldo do FGTS com o CPF é um processo importante para os trabalhadores acompanharem a movimentação do fundo. Seguindo as instruções detalhadas deste guia e esclarecendo as dúvidas mais frequentes, você poderá realizar a consulta com eficiência e segurança.

Não se esqueça de manter os seus dados atualizados, consultar regularmente o seu saldo e contactar as autoridades e instituições competentes caso tenha alguma dúvida. Dessa forma, você poderá garantir o controle adequado dos seus direitos trabalhistas relativos ao FGTS.

Então, está se perguntando como consultar o FGTS com o seu CPF? Veja nossas dicas.

Receba Atualizações

Insira seu email abaixo e comece a receber dicas, novidades e atualizações do "Blog Zoonews"

Como consultar o FGTS com CPF um guia completo
FGTS / Foto Canva

Por que é importante consultar o FGTS com o CPF?

Primeiramente, como você deve saber, cabe ao empregador fazer um depósito mensal equivalente a 8% do salário na conta do FGTS do trabalhador. Nesse sentido, este recurso poderá ser muito útil para os colaboradores no futuro.

Portanto, um dos principais motivos da importância da consulta do FGTS com CPF é o monitoramento desses depósitos. O FGTS foi criado quando um trabalhador precisa de [valores] porque está desempregado ou quando se aposenta para garantir um período de maior conforto.

Mas não termina aí. Por meio da consulta, também é possível acessar extratos de todas as contas anteriores e ficar atualizado sobre as opções de saque do FGTS disponíveis. Em outras palavras, é segurança e comodidade ao mesmo tempo.

Receba Atualizações

Insira seu email abaixo e comece a receber dicas, novidades e atualizações do "Blog Zoonews"

É possível consultar saldo do FGTS com CPF sem sair de casa?

Certamente! Com o aplicativo FGTS você pode consultar usando o CPF. Além disso, como “bônus” ao final deste artigo, mostraremos também como consultar pelo App Caixa (para clientes institucionais) e por telefone. Ou seja, muita praticidade, né?

Existe algum aplicativo para consultar FGTS com CPF?

Como já falamos antes, o App do FGTS permite a consulta através do CPF. Nesse sentido, saiba que está disponível para Android e IOS. Basta pesquisar na App Store e baixar. Portanto, confira o guia detalhado sobre como usá-lo.

Consulta pelo aplicativo FGTS:

Para consultar seu FGTS pelo aplicativo CPF, você precisará se cadastrar seguindo estes passos:

E pronto! Dessa forma você já poderá acessar seu cadastro e consultar o FGTS através do seu CPF.

Siga este processo passo a passo para consulta:

Além disso, vale saber que além de simples, o aplicativo é totalmente seguro!

Consulta pelo aplicativo Caixa (clientes):

O aplicativo Caixa é mais uma opção para quem deseja consultar o FGTS (desta vez pelos dados do internet banking, inclusive CPF). Porém, esta é uma opção que só pode ser utilizada por quem é cliente da instituição.

Portanto, se isso for do seu interesse, proceda passo a passo:

Embora o CPF não seja o principal dado para essa consulta do FGTS, ele é extremamente útil para quem já é usuário da Caixa, certo?

Outras formas de consultar o FGTS:

Além de poder consultar o FGTS pelo CPF no aplicativo, também é possível receber atualizações por SMS.

Para isso, basta se cadastrar. Confira o passo a passo:

Nesse sentido, basta ligar para 0800 726 0207 e informar sua data de nascimento e número do NIS. Assim, com tantas opções de consulta, fica mais fácil acompanhar o saldo do seu FGTS, esteja você usando CPF ou não.

Seu CPF estava desproporcionalmente negativo? Você pode ser compensado!

Depois de saber como consultar o FGTS pelo CPF, não deixe de se informar sobre seus direitos em caso de CPF injustificadamente negativado. Esse problema, além de comum, pode trazer muitos prejuízos à vida financeira, pois o consumidor sofrerá as mesmas consequências de quem realmente se endividou. O consumidor pode ter seu CPF e nome negados injustamente quando as empresas cometem o erro de cadastrá-los nos órgãos de proteção ao crédito em situações como:

quando houve uma dívida negativada que foi quitada mas a empresa não limpou o nome do consumidor. Nestes casos, portanto, o consumidor lesado pode invocar dois direitos principais: o recurso célere da recusa e a reparação do dano moral.

Fonte: https://www.fgts.gov.br/

Facebook Comments Box

Receba Atualizações

Insira seu email abaixo e comece a receber dicas, novidades e atualizações do "Blog Zoonews"