Início » 12 Dicas de Como Diminuir os Níveis de Estresse

12 Dicas de Como Diminuir os Níveis de Estresse

No mundo atual, cada vez mais temos que lidar com o estresse cotidiano. O estresse e a ansiedade atingem milhões de crianças, adolescentes e adultos diariamente. Problemas no trabalho, questões familiares, preocupações com a saúde e necessidades financeiras estão entre as coisas que mais contribuem para aumentar ainda mais os níveis de estresse.

Neste guia, você vai conferir diversas dicas de como diminuir os seus níveis de estresse sem recorrer a medicamentos. Todavia, sempre realize um tratamento com o acompanhamento médico.

O que é o estresse? 

O estresse é um tipo de resposta física e psicológica que o corpo tem quando se depara com um desafio ou uma demanda. Ele pode ser desencadeado por pequenos eventos, como um aborrecimento qualquer, assim como pode vir com grandes traumas, como a perda de um emprego ou o divórcio de um casamento.

Desse modo, o estresse pode ser temporário ou crônico. Nos casos crônicos, a intervenção médica é muito necessária para o tratamento. O acompanhamento psicológico e psiquiátrico é fundamental para restabelecer os níveis de humor.

Naturalmente, o estresse surgiu evolutivamente como um mecanismo importante de proteção e manutenção da espécie, uma vez que ele tornava o corpo “em alerta” quando nos deparamos com um perigo. Embora o estresse em pequenas quantidades seja saudável, quando prolongado e intenso pode ocasionar outros problemas e condições como ansiedade, depressão, entre outros.

Faça mais atividade física

Colocar o corpo em movimento é uma das primeiras indicações para quadros de estresse. E isso não é por acaso. Muitos estudos têm demonstrado que a prática de exercícios aeróbicos, ou de alta intensidade, podem reduzir significativamente o estresse percebido e a depressão.

É também conhecido que pessoas mais sedentárias costumam ter níveis maiores de estresse.

O ideal é você buscar por uma prática esportiva que você goste, e que consiga manter com disciplina e constância. 

Embora pareça clichê, experimente vinte minutos de caminhada por dia e já nota os grandes benefícios que a atividade física tem em reduzir os níveis de cortisol, o hormônio responsável pelo estresse.

Siga uma dieta correta

Diversos estudos demonstraram que pessoas que ingerem alimentos gordurosos, frituras e alimentos muito ricos em açúcar costumam experimentar o estresse com mais frequência. Nós somos o que comemos e uma dieta correta pode fazer toda a diferença na sua saúde mental. Inclua alimentos naturais, orgânicos, coloridos, e de verdade na sua dieta.

Alimentos ricos em vitaminas do complexo B são fundamentais para a manutenção dos níveis de humor.

Minimize seu tempo de tela

Infelizmente, a verdade é essa: estamos todos viciados em aparelhos celulares. O uso exagerado de tela, seja o celular, seja um computador, seja uma televisão, está cientificamente relacionado a níveis maiores de estresse segundo estudos mais recentes.

O tempo de tela também pode prejudicar a qualidade do sono, que está diretamente ligada a saúde mental e é o assunto do nosso próximo tópico.

Durma bem

O sono é fundamental para a saúde mental. Boa parte das pessoas que sofrem com ansiedade e depressão não têm uma boa noite de sono. O sono deve ter qualidade em termos de profundidade e tempo. Caso você tenha problemas para dormir, procure pela ajuda de um médico.

Busque por atividades relaxantes

Passear no parque, respirar o ar fresco, entrar em contato com a natureza, parar para pintar desenhos, podem ser atividades que te colocam em atenção plena e relaxam o seu corpo. Inclua mais atividades do tipo no seu cotidiano. Um bom começo são os desenhos para colorir, que podem ser feitos em qualquer idade. Você encontra eles facilmente para baixar em sites como o https://colorindo.org/.

Reduza a cafeína

As pessoas têm diferentes tolerâncias à cafeína. Mas o fato é que, em quantidades exageradas, o café pode fazer muito mal, principalmente para pessoas que sofrem de ansiedade.

Outro ponto a se perceber, é evitar o café durante o período noturno, sob pena de atrapalhar a qualidade do sono, que é muito importante como citada anteriormente.

Se você tem muito estresse e ansiedade, o ideal é cortar o café completamente. Você pode substituir por chás, que podem conter quantidades menores de cafeína e ajudar durante o período de abstinência.

Evite procrastinar

Um estudo feito na China demonstrou que a procrastinação também tem relação com o estresse. Deixar as coisas para depois pode contribuir para um aumento da ansiedade. Isso ocorre porque as coisas pendentes causam uma carga de alta demanda no cérebro, de modo a consumir a nossa energia e nos deixar estressados.

Por conta disso, ter uma agenda, uma lista de tarefas, e disciplina para cumprir o que deve ser feito, pode te ajudar muito a lidar com o estresse.

Pratique Yoga

O Yoga é um método popular de alívio ao estresse, que pode ser adotado em qualquer idade. O Yoga atua no corpo e na mente, reduzindo consideravelmente os níveis de estresse. Diversos estudos compararam grupos de pessoas antes e depois da prática do Yoga e os resultados sempre surpreenderam os pesquisadores. Experimente essa semana mesmo uma aula de Yoga!

Busque pela natureza

Diversos estudos têm demonstrado que passar algum tempo na natureza, nem que seja dez minutos, já é suficiente para melhorar os marcadores fisiológicos e psicológicos de estresse e ansiedade.

Respire

A prática da respiração profunda pode ajudar, principalmente naqueles momentos que você sente que vai explodir. Experimente se concentrar e observar a sua própria respiração, de forma lenta, como se você tivesse se desligado do seu corpo.

Pratique a auto hipnose

Fazer sugestões para si mesmo é uma forma de se auto hipnotizar a induzir o seu subconsciente a lidar com mais tranquilidade com as adversidades que surgem no dia a dia. Existem também tutoriais para você realizar esse procedimento com mais profissionalismo em sites como o youtube.

Busque por ajuda profissional

Dependendo do caso, você pode precisar de ajuda profissional. Não tenha vergonha de procurar. O estresse é uma condição que atinge a todos e é passível de tratamento.

veja tambem nos stories dicas para diminuir o stresse

O que você faz para relaxar quando se sente estressado? Deixe seu comentário!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.